MENSAGEM DO AMOR DE DEUS - CENTRO - FRANCISCO MORATO-SP
IGREJA APOSTÓLICA EM CÉLULAS - RUA PEDRO LESSA,701
"Portanto, vos peço que não desfaleçais nas minhas tribulações por vós, pois nisso está a vossa glória."

Efésios3:13
Identidade do Cristão Destaques

GANHAR,CONSOLIDAR.DISCÍPULAR E ENVIAR

SUCESSO

A Escada do sucesso - At 11:19-26


INTRODUÇÃO:
Dentro da visão celular que estamos implantando, a escada do sucesso representa a própria síntese que orienta cada um dos elementos da visão.

O processo, embora simples e claramente explicado e exemplificado na bíblia, não é aplicado pela maior parte dos cristãos.

Mesmo na igreja primitiva, Deus precisou intervir e força-los através da perseguição a cumprirem seu propósito.

A escada do sucesso e a visão celular não são novidades ou modismos, mas o modo de Deus agir através de sua igreja desde o início. Somente os nomes são novos.

Seja pela oposição humana (a carne), pela influência do mundo ou diretamente por oposição espiritual a igreja tem se desviado dos princípios de Deus. O que buscamos é justamente uma volta aos princípios da Palavra de Deus.

Neste texto podemos observar o processo se desenvolvendo e a efetiva atuação de Deus em estabelece-los na vida da igreja.


I - GANHAR(EVANGELIZAR)

A ordem de Jesus tinha sido muito clara mas não estava sendo cumprida.

Atos 1:8 falava do mundo todo, mas eles só viam Jerusalém.

Mesmo impulsionados pela perseguição a sair pelo mundo continuavam a pregar somente aos judeus.

Deus teve que usar os estrangeiros que estavam entre eles.

Os discípulos já estavam cheios do Espírito. O que os impedia de obedecer?

Seria a carne (tradições, comodismo...), seria um espírito de engano, ou oque?

O fato é que Deus cumpre seus propósitos e demonstra sua aprovação para a evangelização:

através da perseguição permitida.

Vs 21 ...a mão do Senhor era com eles.

manifestando sua graça.

dando fruto abundante vs 24..."muita gente se uniu ao Senhor".


II - CONSOLIDAR - vs 22 a 24
Este é outro ponto da estratégia de Deus que infelizmente tem sido negligenciado.

Nos damos por satisfeitos quando alguém acena com a mão dizendo que quer Jesus como seu salvador.

Nossas muitas atividades infrutíferas não nos permitem ter tempo para investir nestas vidas e consolidá-las, confirmando-as na fé.

A maioria sequer volta a igreja na próxima reunião. Outros seguem tateando, procurando entender algo do linguajar crentês e firmar-se na fé.

Muitos dos que se firmam sofrem por não terem um acompanhamento correto nos primeiros meses de vida.

comparar com a situação dos recém nascidos subnutridos ou mal alimentados e as conseqüências por toda a vida.

Barnabé parece ter sido enviado como um fiscal da igreja, mas ao ver a graça de Deus, seu coração bom, cheio de fé e do Espírito, logo se dedicou à consolidação.

Ler vs 23 e 2
Por todo o restante da bíblia a estratégia da consolidação permanece clara no esforço de Paulo e seus companheiros de confirmar a fé dos novos crentes.

Isto se dava através de: oração, ensino, exemplo, cartas, contato pessoal.


III - DISCIPULAR - vs 25 e 26

O discipulado é o passo seguinte na escada do sucesso.

Não basta confirmar a decisão de seguir a Jesus. Temos um ministério a desenvolver e precisamos ser treinados e preparados para isto.

Barnabé não quis fazer o trabalho sozinho, nem construir um império pessoal.

Sua primeira atitude foi chamar Saulo, pois já o conhecia e acompanhara em sua conversão e agora via a oportunidade de investir em seu ministério.

Grande parte do que Paulo foi deve-se ao discipulado feito por Barnabé.

O discipulado é uma estratégia para formação e multiplicação do potencial que Deus confiou a cada um de nós.

Enfatiza tanto o desenvolvimento prático do ministério como a formação do caráter.

Ao se falar em multiplicação é importante lembrar do caráter, pois podemos multiplicar problemas em vez de virtudes.

Veja também a ênfase no treinamento - permaneceram 1 ano ensinando.

Não por acaso foi em Antioquia que os discípulos foram primeiramente chamados de cristãos.


IV - ENVIAR - 13:1-3

O objetivo do discipulado e treinamento não se resume ao indivíduo, mas visa prepará-lo para ser enviado a outros.

Sem o envio o processo se torna estéril, deixando de existir a multiplicação.

É o envio que realimenta o processo.
Depois de consolidado o trabalho em Antioquia, Paulo e Barnabé são enviados a outros desafios.

Os discípulos de Antioquia permaneceram em sua cidade, mas repetindo o processo de evangelizar, consolidar, discipular e enviar.

Enviar não significa ir para outro local. Mesmo em Antioquia alguns ficaram e outros saíram. O importante é a concretização do ministério.

Em vez de enviar a igreja costuma armazenar, envolvendo a pessoa em atividades no templo e sem contato com as pessoas que necessitam de Jesus.


CONCLUSÃO:
Precisamos ter muito empenho neste momento de implantação desta visão. Os primeiros discípulos, mesmo cheios do Espírito, falharam.
Até que ponto minha visão já foi mudada?

Até que ponto tenho sido fiel em transmitir esta visão?


Mensagem


Pr William
Enquete
Copyright © 2014, MENSAGEM DO AMOR DE DEUS. Todos direitos reservados.
Este é um site afiliado ao portal NoivadeCristo.com.br
Leia as regras de uso - Tenha já o seu site